Em um escritório. Marcos sentado na cadeira de rodas motorizada ao lado de uma mesa com um teclado e um mouse. Ele usa um Headset no ouvido

Marcos conversou com a nossa equipe sobre o seu hobbie:

“Eu ando de skate há mais ou menos um ano. O skate me proporciona uma sensação de liberdade. Eu só sinto aquele ventinho no rosto, muita concentração e a paz. É uma paz que só quem anda entende o que proporciona o skate para a gente”.

Marcos também conta como é a rotina de palestrante:

“Eu dou palestras no país inteiro, viajo falando dentro das empresas, escolas, enfim. Há pessoas que precisam ouvir, que precisam daquele gás para conseguir alcançar as suas metas, os seus objetivos”.

Lucimeire Guerreiro, esposa de Marcos, fala o que mais gosta nele:

“O que eu mais admiro no Marcos é a alegria dele de viver, de fazer o que ele faz com muita intensidade e alegria”.

Marcos trabalha há doze anos em um banco e sua presença contribuiu para a inclusão de pessoas com deficiência em seu ambiente de trabalho:

“Você vê que hoje o banco é totalmente acessível e você vê cadeirantes para lá e para cá. Deficientes até com cachorro, cão-guia. A gente fez um mapeamento dos locais, do que precisava ser modificado, e a parte humana mesmo das entrevistas, enfim. Isso tudo foi uma mudança que eu contribuí para que se realizasse”.

0
0
0
s2sdefault