Em uma praia Fernanda Honorato e o pai de santo Luiz do Sol caminham na areia à beira mar.

Fernanda Honorato foi com o pai de santo Luiz do Sol até a praia da Urca, no Rio de Janeiro. Fernanda aprendeu muito sobre Yemanjá e as oferendas:

“O mar é onde são feitas as oferendas, porque ali dizem que aquela força está presente. Então, eu vou ao mar para tentar entrar em contato com esta força. As frutas e as flores são as maiores dádivas que a mãe natureza pode oferecer, e como são as maiores dádivas são justamente essas que vamos oferecer aos deuses, à Yemanjá”.

Zé Luiz Pacheco entrevistou a coach Sorahya Bellard e perguntou como alcançar as metas de Ano Novo:

“O seu plano de ação tem que ser um plano de ação viável, não pode ser uma meta que você saiba que daqui a pouco você não vai conseguir cumpri-la mais. Então, ela tem que ser alcançável. E, a partir dali, então, você poder trabalhar em cima do plano de ação para essa meta. E esse plano de ação tem que ser cumprido com disciplina e com perseverança, porque senão dali a pouco ele cai no esquecimento e, aí, você já vai pensar novamente em situações para 2016, porque as de 2015 já ficaram esquecidas”.

A equipe do Programa Especial foi até a ANDEF, em Niterói, para aprender alguns passos que andantes e cadeirantes podem dançar juntos no Reveillon. Thiago Martins, professor de dança de salão e coreógrafo, falou sobre a dança no Ano Novo:

“Eu acho que a dança é o meio mais antigo de se celebrar, então, nada melhor do que a dança para comemorar a passagem de ano”.

0
0
0
s2sdefault