Todo mundo quer ser feliz no amor. Por isso, este é um dos pedidos mais frequentes no Ano Novo. Camila e Thiago são casados e compartilharam com a gente a história de amor deles. Camila falou sobre como o amor pode combater preconceitos:

“O casamento entre uma pessoa com nanismo e de estatura comum é visto pela sociedade, ainda hoje, como uma coisa diferente, curiosa. Mas, eu, Camila, procuro ver as pessoas que ainda não entendem, que não aceitam as diferenças, como pessoas que ainda precisam evoluir. A ferramenta essencial para a mudança, de toda essa quebra de paradigma é exatamente a palavra amor. As pessoas precisam ter mais amor um pelo outro. O amor está em todo lugar, não está na estatura, não está na condição social, não está na cultura, mas está no que as pessoas estabelecem, que é o que a gente vem construindo juntos.”

Para representar a esperança fomos conhecer a Obra Social Dona Meca que oferece suporte a mães de crianças com autismo. Em um grupo de apoio, mães trocam experiências e dão esperança umas as outras. Ana Carolina, que é mãe de Pedro, que tem três anos, falou sobre como o auxílio do grupo é benéfico:

“Quando a gente se reúne, a gente expõe um pouco das dificuldades que a gente tem, as situações que a gente passa. A gente acaba deixando ali um pouco e sai mais leve. Quando a gente sai mais leve, a gente acaba tendo um pouco mais de paciência, acaba tendo um pouco mais de força, a gente consegue lidar melhor com as situações do nosso filho. A gente renova essa esperança em cada encontro do grupo, a gente vai saindo aliviada. Porque, a gente deixa um pouco dos problemas e leva um pouco da esperança para fora dali.”

Para falar sobre alegria fomos conversar com um especialista no assunto. Jefferson Farias é humorista e tem deficiência visual. Ele falou sobre seu trabalho e como gosta de fazer as pessoas sorrirem:

“O motor do comediante é a risada, quanto mais a plateia ri, mais o comediante se empolga, mais o show rola e é melhor para todo mundo. É inexplicável, só quem é comediante mesmo, quem gosta de fazer as pessoas rirem, sabe como que é.”

0
0
0
s2sdefault