PROGRAMA ESPECIAL

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho normal da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
  • layout default 
  • layout default daltonismo 
  • layout default contraste
Home Blog GoalBall

GoalBall

Envie este artigo para um amigo Imprimir PDF

O segundo Programa Especial da nossa dobradinha paralímpica da semana é dedicado ao goalball, uma das modalidades da Paralimpíada Rio 2016. Vamos conhecer a Seleção Brasileira Feminina de Goalball e dois atletas portugueses. E, ainda, o quadro Dica. Esse programa vai ao ar nesse sábado excepcionalmente às 8h 30min.

Em um quadra coberta de goalball, mulher de olhos vendados deitada de lado, com o cotovelo direito apoiado no ch√£o. A frente dela uma bola.

 

Nossa equipe acompanhou um dia de treino da Seleção Brasileira Feminina de Goalball. A atleta Ana Carolina falou sobre a trajetória no esporte.

‚ÄúPratico goalball j√° h√° 14 anos, fa√ßo parte da sele√ß√£o brasileira h√° 12 anos. Com 12 anos eu perdi minha vis√£o e fui estudar no Instituto Benjamin Constant, no Rio de Janeiro. L√° eu conheci o goalball na Educa√ß√£o F√≠sica e j√° fui convidada a integrar a equipe do instituto. E depois de dois anos eu fui chamada para a sele√ß√£o brasileira, que foi para a Paralimp√≠ada da Gr√©cia, em Atenas. E, l√°, come√ßou a minha trajet√≥ria na sele√ß√£o. E, depois disso, a gente foi para os Estados Unidos, a gente foi para alguns mundiais. Em 2011, conseguimos a prata, em Guadalajara. E in√©dito a gente conseguiu o ouro ano passado no Parapan de Toronto. Cada campeonato que eu participo, principalmente a Paralimp√≠ada, que √© o sonho de qualquer atleta, fui aprendendo. Com o passar do tempo, eu fui adquirindo mais o profissionalismo, a confian√ßa, a autoconfian√ßa, a serenidade do esporte e a disciplina.‚ÄĚ

O técnico da Seleção Brasileira Feminina de Goalball, Dailton Nascimento, contou como funciona o esporte.

‚ÄúO goalball √© uma modalidade esportiva, por equipes, √© uma modalidade coletiva e √© uma modalidade praticada apenas por pessoas cegas ou com baixa vis√£o. Ele √© praticado por tr√™s titulares e tr√™s reservas. O objetivo maior do jogo √© fazer o gol no advers√°rio. Todos os atletas usam uma bandagem e um √≥culos espec√≠fico. Todas as linhas de orienta√ß√£o s√£o marcadas em alto-relevo. Uma das orienta√ß√Ķes do jogo para o atleta de goalball √© o som, por isso √© necess√°rio e faz parte da regra o sil√™ncio absoluto no recinto do jogo, para que os atletas saibam a trajet√≥ria da bola e realizem as a√ß√Ķes de acordo com o barulho que a bola faz.‚ÄĚ

Em Portugal, Fernanda Honorato conversou sobre o goalball com Hadiley Sacramento, que é atleta e tem deficiência visual.

‚ÄúComecei a jogar aos 18 anos atrav√©s de um convite feito por um amigo meu. Desde ent√£o, achei a modalidade fant√°stica e continuei a jogar at√© os dias de hoje e √© uma grande paix√£o, um grande amor que sinto.‚ÄĚ

Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com
 

Adicionar coment√°rio



Programa Especial

O Programa Especial é totalmente dedicado à inclusão das pessoas com deficiência. Todo sábado às 10h30min você pode acompanhar reportagens positivas, otimistas, descontraídas e acessíveis a todos. Para isso, o Programa conta com janela de LIBRAS, legenda e audiodescrição. Seja muito bem-vindo!