PROGRAMA ESPECIAL

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho normal da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
  • layout default 
  • layout default daltonismo 
  • layout default contraste
Home Blog Conhecimento Acessível

Conhecimento Acessível

Envie este artigo para um amigo Imprimir PDF

No Programa Especial desta semana, vamos falar sobre lugares onde o conhecimento é acessível às pessoas com deficiência. Afinal, conhecimento é um direito de todos. Vamos conhecer maquetes táteis do Benjamin Constant e saber sobre a acessibilidade da Biblioteca Nacional. E ainda, no Quadro Tietando, nossa repórter Fernanda Honorato entrevista um dos grandes ídolos do futebol, Zico.

Em um campo de futebol, Fernanda e Zico em pé. Eles seguram uma camisa do time de futebol Flamengo.

 

 

Nossa equipe foi até a Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, para mostrar para você como é a acessibilidade do local. Lá, conversamos com Fernando Amaro, que é chefe do laboratório de restauração e é cadeirante. Ele falou sobre como colaborou com a acessibilidade da Biblioteca:

‚ÄúA biblioteca n√£o tinha acesso a nada. Ent√£o, eu fui o pioneiro a colaborar, porque n√£o tinham no√ß√£o de arquitetura para o deficiente, n√£o tinham normas. Aos poucos foram surgindo as normas de inclina√ß√£o de rampa, por exemplo, de abertura de tamanhos de porta para voc√™ passar no banheiro, adapta√ß√Ķes de barras. Ent√£o, toda vez que faziam uma obra, eu testava para ver se dava certo. Os banheiros, as rampas, os elevadores, os setores, todas as modifica√ß√Ķes sempre me chamavam para fazer os testes.‚ÄĚ

O Instituto Benjamin Constant oferece uma sala de exposi√ß√Ķes bem interessante. √Č a Sala de Maquetes de Monumentos Hist√≥ricos da Cidade do Rio de Janeiro. L√°, os visitantes podem tocar em r√©plicas em miniatura de pontos tur√≠sticos da cidade maravilhosa. Z√© Luiz Pacheco foi ate o IBC fazer uma visita guiada. O professor de Hist√≥ria Vitor Alberto, falou sobre a import√Ęncia dessas r√©plicas:

‚ÄúA gente introjeta neles a no√ß√£o de escala, que √© uma no√ß√£o important√≠ssima, que tamb√©m √© geogr√°fica. Al√©m disso, √© importante, porque a pessoa cega √© levada a reconhecer alguns espa√ßos. A gente vai ter uma explora√ß√£o t√°til desses espa√ßos e vai reconhec√™-los melhor. Existe uma busca pela uniformiza√ß√£o de determinadas representa√ß√Ķes geogr√°ficas para reconhecimento desses espa√ßos. Representa√ß√£o de √°gua, representa√ß√£o de floresta, tudo isso √© de alguma maneira convencionado.‚ÄĚ

No Quadro Tietando, Fernanda Honorato bateu um papo com Zico. Ele falou sobre futebol e inclus√£o:

‚ÄúO futebol √© uma modalidade que pode participar todo mundo. Eu, por exemplo, j√° vi futebol dos cegos, j√° vi futebol de pessoas com alguma defici√™ncia mental. Ent√£o, o futebol j√° tira um pouco de todos esses preconceitos. Como voc√™ tem o basquete de cadeira de rodas, voc√™ pode ter o futebol tamb√©m dessa forma. A gente chama de Power Soccer, eles fazem os gols todos com o movimento das cadeiras. Ent√£o, eu acho que o futebol √© um esporte, √© uma modalidade que inclui todo mundo.‚ÄĚ

Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com
 

Adicionar coment√°rio



Programa Especial

O Programa Especial é totalmente dedicado à inclusão das pessoas com deficiência. Todo sábado às 10h30min você pode acompanhar reportagens positivas, otimistas, descontraídas e acessíveis a todos. Para isso, o Programa conta com janela de LIBRAS, legenda e audiodescrição. Seja muito bem-vindo!