PROGRAMA ESPECIAL

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho normal da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
  • layout default 
  • layout default daltonismo 
  • layout default contraste
Home Blog Dança

Dança

Envie este artigo para um amigo Imprimir PDF

No Programa Especial desta semana, vamos falar sobre o universo da dança. Vamos até Cuba conhecer a bailarina e coreógrafa Yanel. E no quadro Tietando, Fernanda Honorato entrevista a rainha de bateria Patrícia Nery.

Fernanda e Patrícia sentadas em um palco decorado com uma águia azul de asas abertas. As duas sorriem.

 

 

Yanel mora em Cuba e é bailarina e coreógrafa. Ela faz parte do corpo de Balé da Televisão Cubana e tem paralisia cerebral. Yanel falou sobre o significado da dança na vida dela e como começou a dançar:

“Eu sentia que a dança era como minha segunda mãe. Eu sabia que esse era o meu caminho. Já aos 12 anos eu mesma comecei a dançar sozinha pela casa. Com a dança, eu comecei a tentar me mexer. E assim foram fazendo terapia de solo comigo, técnicas terapêuticas de solo e, pouco a pouco, eu fui evoluindo até chegar à dançaterapia.”

A coordenadora do Balé da Televisão Cubana, Marta Garcia Peña, falou sobre o comprometimento de Yanel com a companhia:

“Nunca tivemos medo e sempre acreditamos nela, na sua capacidade e na sua dedicação à dança e aos bailarinos que trabalham com ela. Ela está constantemente envolvida com a direção, com nossos coreógrafos e com os bailarinos. Ela ensaia a dramaturgia com eles. Ela faz parte daqui, está sempre conosco. Não é alguém que aparece um dia para montar uma obra, ela trabalha diariamente conosco.”

Já o bailarino Alexandro Jorrín falou sobre como é trabalhar com Yanel:

“A experiência de trabalhar com Yanel tem sido sensacional. Vê-la dançar é sentir uma dançarina completa no palco. Você deixa de ver as pessoas em volta dela e toda a sua atenção se concentra nela. Ela é uma pessoa que, apesar das limitações físicas, sempre tenta ir além do que já faz. As qualidades de Yanel, como bailarina, estão no empenho que dedica a cada coreografia que cria, no sentimento com que ela dança e na forma de explicar e expressar os movimentos.”

No quadro Tietando, nossa repórter Fernanda Honorato bateu um papo com a rainha de bateria da Portela, Patrícia Nery. Ela falou sobre como começou no universo do samba e deu algumas dicas para quem quer aprender a sambar:

“Eu comecei a sambar desde pequena, por volta de uns oito, nove anos. Não tem uma pessoa específica com quem eu tenha aprendido a sambar. As pessoas começam a participar de tudo o que tem ali e vão vendo, desde muito pequenininha, as passistas, os componentes da escola, e aí vão pegando aquele jeitinho. O importante é a gente ter fôlego. A gente tem que controlar a nossa alimentação, a gente tem que fazer bastante exercício. É uma questão de saúde mesmo. A questão da alimentação, do exercício, para gente poder ter sempre um condicionamento físico legal.”

Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com
 

Adicionar comentário



Programa Especial

O Programa Especial é totalmente dedicado à inclusão das pessoas com deficiência. Todo sábado às 10h30min você pode acompanhar reportagens positivas, otimistas, descontraídas e acessíveis a todos. Para isso, o Programa conta com janela de LIBRAS, legenda e audiodescrição. Seja muito bem-vindo!