PROGRAMA ESPECIAL

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho normal da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
  • layout default 
  • layout default daltonismo 
  • layout default contraste
Home Blog Paralímpicos

Paralímpicos

Envie este artigo para um amigo Imprimir PDF

No Programa Especial desta semana, vamos conhecer diferentes atletas paralímpicos e saber sobre os esportes que praticam. Vamos conversar com dois atletas com deficiência visual e um técnico de natação amputado. Eles moram em Cuba. E no Rio de Janeiro, nosso repórter Zé Luiz Pacheco mostra para gente como é o trabalho de atletas paralímpicos na organização dos jogos Rio 2016.

Ernesto nada no fundo de uma piscina.

 

 

O Programa Especial foi a Cuba conhecer os atletas Omara e Luís Felipe. Os dois têm medalhas mundiais, de parapanamericanos e paralimpíadas. Conversamos também com os técnicos Míriam e Luís Alberto. Luís Felipe falou sobre a emoção de representar seu país:

‚ÄúEstamos nos preparando para a Rio 2016. Eu quero mais uma vez buscar a medalha de ouro e dar o melhor de mim. Quando eu represento meu pa√≠s, sinto uma emo√ß√£o muito forte, uma grande alegria por representar o pa√≠s e o povo.‚ÄĚ

Ernesto mora em Havana e é amputado. Ele teve a honra de ser medalhista tanto como nadador, quanto como treinador. Ele contou para a nossa equipe sobre a sua estreia como técnico:

‚ÄúEu estreei como t√©cnico em 2007, no Parapan do Rio de Janeiro, onde obtive medalha de ouro e de bronze com um atleta. A minha consagra√ß√£o como t√©cnico veio em Guadalajara, em 2011, onde, com 4 nadadores, eu obtive 11 medalhas: 6 de ouro, 3 de prata e 2 de bronze. Como dizemos aqui, quando algu√©m estuda e se forma, depois a pessoa escreve o seu pr√≥prio livro. Eu acredito que o meu livro, especificamente, se baseia no que eu fui como atleta, tentando comunicar e transmitir isso para o meu atleta e tirar o m√°ximo proveito de cada sess√£o de treino.‚ÄĚ

Ainda em Cuba, nossa equipe visitou a ACLIFIM, uma associação para pessoas com deficiência física ou motora. O vice-presidente Osvaldo Domínguez falou sobre os objetivos da associação:

‚ÄúSomos respons√°veis por agrupar, organizar e orientar todas as pessoas com defici√™ncia, com crit√©rios de inclus√£o. Temos um programa de inclus√£o social que se dedica a incorporar esse segmento da popula√ß√£o ao esporte, √† cultura, ao estudo. Hoje a associa√ß√£o conta com intelectuais, temos cientistas, temos esportistas talentosos, t√£o talentosos que det√™m recordes mundiais que at√© hoje n√£o foram superados. Temos artistas de renome nas diversas manifesta√ß√Ķes art√≠sticas.‚ÄĚ

Nosso repórter Zé Luiz Pacheco foi até o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, no centro do Rio, para saber sobre o trabalho de atletas paralímpicos na organização dos jogos de 2016. Mariana Vieira de Mello, Gerente Geral do Comitê Paralímpico Rio 2016 falou sobre um projeto de contratação de atletas paralímpicos para esse evento:

‚ÄúA gente vai receber aqui em 2016, 4.350 atletas paral√≠mpicos. Ent√£o, eles trazem para a gente a vis√£o do cliente, as dificuldades, os desafios que eles t√™m no dia a dia, quais s√£o as necessidades que eles enxergam, o que a gente tem que prover para os atletas em 2016 para que eles possam ter a melhor performance da vida deles, quebrar o maior n√ļmero de recordes e fazer dos jogos um sucesso.‚ÄĚ

Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com
 

Adicionar coment√°rio



Programa Especial

O Programa Especial é totalmente dedicado à inclusão das pessoas com deficiência. Todo sábado às 10h30min você pode acompanhar reportagens positivas, otimistas, descontraídas e acessíveis a todos. Para isso, o Programa conta com janela de LIBRAS, legenda e audiodescrição. Seja muito bem-vindo!