PROGRAMA ESPECIAL

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho normal da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
  • layout default 
  • layout default daltonismo 
  • layout default contraste
Home Blog Aniversário do Programa 2

Aniversário do Programa 2

Envie este artigo para um amigo Imprimir PDF

Zé e Anderson Dias sentados em uma quadra de futebol de 5.

Fernanda Honorato foi até a Lagoa Rodrigo de Freitas bater um papo com Fernando Fernandes. Fernando falou sobre as conquistas pessoais importantes para ele:

“Eu acho que a minha maior conquista no esporte foi, logo depois de ter sofrido o acidente, me reencontrar para a vida. Com seis meses de lesão, eu me propus a correr uma São Silvestre com oito pinos na coluna, sem mexer as pernas. Não foi nenhuma medalha de ouro não, para falar a verdade, a medalha de ouro é consequência de um objetivo particular, mas a maior conquista é entender o nosso papel como cidadão, como cidadão na sociedade, como atleta. Entender o poder que o esporte tem de transformação”.

Em 2004, ano em que começou o Programa Especial, Anderson Dias foi campeão paralímpico de futebol de cinco, modalidade para pessoas com deficiência visual. Zé Luiz Pacheco conversou com o atleta sobre a visibilidade do esporte:

“Nós éramos e ainda somos um pouco, mas bem menos, tratados como esporte recreacional. Mas não, nós somos atletas, nós treinamos cerca de oito horas por dia e nós precisamos ter esse respeito de sermos atletas de alto rendimento. Estamos o tempo todo treinando para buscar esse alto rendimento para chegar bem não só nos jogos regionais, nos jogos nacionais, mas em paralimpíadas”.

Depois de conversar com o veterano Anderson Dias, Zé Luiz Pacheco conheceu os jogadores da seleção que foi campeã no Mundial de 2014. O artilheiro Ricardinho falou sobre a emoção de trazer mais essa taça para o Brasil:

“É uma alegria imensa poder fazer parte dessa seleção que é multicampeã, representar essa nação num campeonato mundial. Sabemos que o campeonato abrange as melhores equipes do mundo, junto com os jogos paralímpicos é a competição mais valorizada, mais bem vista. Então é um prazer imenso, para mim, como atleta, representar o Brasil dessa forma”.

E ainda, no quadro “Eu sou Criança”, vamos conhecer Mel, uma menina de oito anos, que tem a síndrome de Asperger. E uma dica sobre o Centro Cultural da Universidade Federal Fluminense.

Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com
 

Adicionar comentário



Programa Especial

O Programa Especial é totalmente dedicado à inclusão das pessoas com deficiência. Todo sábado às 10h30min você pode acompanhar reportagens positivas, otimistas, descontraídas e acessíveis a todos. Para isso, o Programa conta com janela de LIBRAS, legenda e audiodescrição. Seja muito bem-vindo!